Loading...
Search

Tag Archives: transição

Uma das maiores dúvidas quando se decide não alisar mais os cabelos, ou não fazer mais relaxamento, é se é possível remover essa química de alguma forma. Pensando nisso e respondendo essa grande questão eu decidi fazer este vídeo. Espero ter respondido todas as grandes dúvidas de quem se vê nesta situação e as vezes até comete algumas loucuras em busca de uma solução.

ME SIGA NAS REDES SOCIAIS

Facebook: www.facebook.com/alinefrancablog

Youtube: www.youtube.com/alinefrancablog

Twitter: www.twitter.com/alinefrancablog

Instagram: @aline_franca

A transição capilar é o período entre o tempo em que a pessoa decide parar de fazer química até o momento em que o cabelo está completamente natural. Muitas pessoas acreditam que após a química o cabelo nunca mais volta a ser o mesmo, mas temos a Lari Rezende para provar o contrário. Por isso, conversei com ela sobre transição e como foi o processo de aceitação pelo qual ela passou. Quem já terminou a transição sabe, não é apenas algo externo, mas muita coisa muda dentro da gente, e são essas as mudanças mais importantes. Assista ao vídeo sobre transição e aceitação e veja como a Lari passou por isso.

Se gostou do vídeo e amou esse jeitinho da Lari não se esqueça de seguir o canal dela: https://www.youtube.com/user/Larirezendee

ME SIGA NAS REDES SOCIAIS Youtube: www.youtube.com/alinefrancablog Facebook: http://facebook.com/alinefrancablog Instagram: @aline_franca Snapchat: alinefrancablog

Sabe aquele casal que está tão em sintonia que faz tudo juntos? Pois assim é a relação da Veronica Vasconcellos e do Vinicius Almeida, que até pela transição capilar passaram juntos. Vamos conhecer a história contada pela Veronica?

“Tudo começou quando eu decidi parar de alisar e vi um vídeo sobre transição capilar. Decidi não fazer mais química, porque meu cabelo estava muito ralo e bem fino. Quando eu tomava banho, só de lavar a cabeça caiam vários tufos de cabelo, eu não estava aguentando mais ver meu cabelo ir embora pelo ralo.

veronica-vasconcellos-2

Mesmo sabendo que não seria fácil eu segui em frente, eu estava disposta a ter os meus cachos novamente. Mas com o tempo, as duas texturas do meu cabelo estavam me matando. Mesmo assim, eu nunca pensei em desistir, porque quando coloco uma coisa na cabeça vou até o final! Passei pela transição normalmente, não sofri nenhum tipo de preconceito ou brincadeirinhas de mal gosto, pelo contrário, eu ouvia vários elogios por estar com um visual novo. Para disfarçar a diferença eu fazia texturização de coquinho, dormia com os coquinhos e tirava no dia seguinte, o cabelo ficava com cachos bem largos e bonitos.

veronica-vasconcellos-4

Quando completei 4 meses de transição, estava quase ficando louca já, porque a raiz estava grande e enrolada e as pontas gigantes e lisas, olhei no espelho e disse pra mim mesma, é hoje! Comecei a cortar o cabelo, quando terminei olhei no espelho e senti AQUELA sensação de liberdade, foi como se tivesse tirado um peso enorme das minhas costas. Achei o máximo porque parecia que eu tinha feito um corte no meu cabelo, mas não, a única coisa que fiz foi ter tirado as pontas que estavam com química.

bc-veronica

Minha mãe e meu namorado me deram o maior apoio, sempre me incentivando, elogiando e me colocando para cima. O cabelo do Vinicius sempre foi cacheado, mas ele raspava dos lados e alisava em cima. Mas ele gostou tanto do meu, que me contou que já tinha usado o cabelo dele cacheado e com tranças. Quando vi as fotos eu apaixonei, nunca tinha visto ele de cabelo cacheado. Na mesma hora falei para ele deixa crescer de novo, e ele gostou da ideia também, ele não chegou raspar a cabeça no zero só tirou aquela moita de cima do cabelo.

veronica-vasconcellos-5

Com o tempo o meu cabelo foi crescendo, o do Vinicius demorou um pouco mais, ele também não tinha tanta paciência, mas com meu apoio ele se manteve firme. Fiz tranças enraizadas nele e ele gostou muito. O cabelo dele estava crescendo super-rápido e todas as hidratações que eu fazia no meu fazia sempre nele, tudo que eu passava ele queria passar. Meu cabelo estava se desenvolvendo muito rápido também e quando ele via meu cabelo crescer ele ficava muito mais motivado, foi uma fase de apoio mútuo.

veronica-vasconcellos-7

A família dele não gostou muito no começo, mas hoje todos amam, já a minha sempre apoiou, mesmo quando ele estava curto. Ninguém foi a favor quando eu quis alisar os meus cabelos, minha mãe quis me matar (rs), todos gostavam dele cacheado. Caminhamos juntos e hoje estamos aqui com nossos blackinho. Hoje brinco com ele e falo para ele alisar, ele fica doido. Ele está cada vez mais apaixonado pelos cachos, e hoje nos valorizamos muito mais do jeito que somos.”

veronica-vasconcellos-8

Gostou da história? Então compartilhe a sua também e inspire outras meninas! É só mandar a sua história e fotos para alinefracablog@gmail.com

V

Hoje vim dividir um pouco da minha história capilar com vocês. Durante a minha infância e adolescência, sempre usei relaxamento, não gostava do meu cabelo, recebia diversos apelidos na escola e por esse motivo ele vivia preso.

Quando mudei de escola, algumas novas amigas me incentivaram a soltar os cabelos, elas achavam lindo e queriam ver ele solto, criei coragem, e depois de muitos anos soltei o meu cabelo novamente. Vi que ele nem era feio como eu imaginava, mais ainda existia uma insegurança, que não me permitia abandonar a química, o volume era algo que me deixava muito insegura, por isso, mantive o relaxamento e segui feliz.

antes

Já na faculdade, e ainda fazendo relaxamento nos cabelos, por duas vezes minhas cabeleireiras alisaram acidentalmente a minha raiz. E como isso foi terrível, voltei a prender o meu cabelo e na segunda vez decidi que tentaria não usar mais química nos meus cabelos. Já estava ruim, pior não poderia ficar, e assim iniciei a minha transição. Foi 1 ano e meio de cabelo meio natural meio relaxado, esse processo é bem complicado, a diferença entre as partes é gritante. Durante o período o rabo de cavalo voltou a ser meu aliado, junto com o coque e o baby liss, prometi a mim mesma que após o meu baile de formatura eu cortaria, e assim eu fiz.

big-chop

Quando fiz o meu Big Chop a sensação de liberdade era grande, percebi o quanto meus cachinhos naturais eram lindos e como eu fui boba e insegura. Mas como nem tudo são flores, vieram as críticas. "Nossa porque você cortou o cabelo tão curto?", "Porque você fez isso nos seus cabelos?". Eu explicava que estava tirando à química, mas isso não convencia as pessoas, na época, não se falava em transição capilar, e tive que passar por tudo sozinha.

Já fazem 3 anos desde o meu Big Chop, ele ainda está crescendo, cabelos cacheados tem um problema, o fator encolhimento, mas agora aquilo que mais me preocupava, o temido volume, virou meu aliado, na verdade, quanto mais volumoso o meu cabelo estiver melhor. Quem diria que eu iria mudar tanto?

atual

Hoje em dia existem inúmeros grupos sobre transição no Facebook, e isso te ajuda a não passar pelo processo sozinha. O apoio de alguém é muito importante, pois nossos cabelos são algo que mexe muito com a nossa autoestima. Deixarei o link de alguns grupos que participo, espero que eles ajudem vocês.

Grupos

Cacheadas e Estilosas

Transição Capilar

Diva dos Cachos

Termos utilizados:

Big Chop: é o grande corte que se faz nos cabelos para a remoção da química.

Transição: período quando a pessoa decide não fazer mais química nos cabelos até ele ficar completamente natural